Ministro da Saúde na primeira edição do ACSS Meeting

A Administração Central do Sistema de Saúde realizou, esta terça-feira, 27 de setembro, em Lisboa, a primeira edição do ACSS Meeting, uma conferência que pretende ser anual e que este ano foi dedicada aos modelos de financiamento e contratualização de cuidados de saúde.

Foi um momento de forte debate e partilha de conhecimentos e experiências nacionais e internacionais, que reuniu vários dirigentes do Serviço Nacional de Saúde, vindos de norte a sul do país.

O encontro foi aberto pelo secretário de Estado da Saúde, Ricardo Mestre que afirmou que «este debate é ainda mais oportuno quando temos uma reorganização em curso na governação do SNS. Temos um novo estatuto, uma nova direção executiva e temos a oportunidade para olhar para os nossos processos de contratualização, de financiamento e de governação e identificar as áreas de melhoria que nos permitam ter uma gestão cada vez mais eficiente dos recursos».

O secretário de Estado da Saúde destacou o “papel central” da ACSS na operacionalização da reorganização em curso, em parceria com a direção executiva e com as demais entidades do Ministério da Saúde, «nomeadamente no âmbito do planeamento e da gestão dos recursos financeiros, que precisamos que sejam utilizados na sua plenitude e de forma adequada para melhorar o acesso, a qualidade e os cuidados prestados».

O objetivo do ACSS Meeting é promover a partilha de experiências e conhecimento, e o consequente debate, no sentido de promover a melhoria continua dos nossos trabalhos.

Nesta primeira edição foram convidadas as congéneres ibéricas e europeias da ACSS, nomeadamente da Galiza, do País Basco, da Catalunha e do Reino Unido.

«A atual conjuntura, marcada por um importante reforço orçamental e pelo novo estatuto do SNS representa, uma oportunidade única para encetarmos as reformas há muito ansiadas» começou por dizer, na sua intervenção, o presidente do Conselho Diretivo da ACSS, Victor Herdeiro, acrescentando que «através de um trabalho de grande proximidade com a Direção Executiva do SNS e a tutela estamos certos de que será possível robustecer o sistema de saúde português e a sua sustentabilidade».

Para Victor Herdeiro «urge rever o modelo de financiamento e contratualização, atualizando-o e adequando as regras de incentivo aos prestadores de cuidados de saúde. Só assim conseguiremos responder eficazmente aos desafios que a gestão dos recursos alocados à saúde nos colocam atualmente e conseguiremos programar a curto, médio e longo prazo».

Coube ao ministro da Saúde, Manuel Pizarro, fazer o encerramento do ACSS Meeting destacando que «o SNS tem respondido mais e melhor às necessidades da população» e reconhecendo problemas que necessitam de uma «nova solução de financiamento, mais racional, capaz de combinar um modelo teórico, com um modelo de concretização prático que os torna efetivamente úteis enquanto instrumento de financiamento e de avaliação».

«Estamos perante um momento de profunda reorganização da lógica de funcionamento do SNS (…) que pretende melhorar a sua operacionalidade e concentrá-lo no que é essencial para dar resposta aos cidadãos», acrescentou o ministro da Saúde.

Manuel Pizarro terminou com uma mensagem de reconhecimento aos profissionais do SNS dizendo que «são pessoas profundamente empenhadas na causa pública e que compreendem, em absoluto, a relevância do serviço que prestamos a Portugal e a cada um dos portugueses».

Este evento contou ainda com o ex-ministro da Saúde, Professor António Correia de Campos, cuja presença muito nos honrou.

 

Published on 30/9/2022

imagem do post do Ministro da Saúde na primeira edição do ACSS Meeting